domingo, 23 de janeiro de 2011

Nueva casa!

Para começar os updates,mudei de casa,estouu vivendo agora em Floridablanca,uma cidade colada com Bucaramanga,estou morando em um mosteiro,bem a minha cara não?Aqui vivem,2 padres,5 seminaristas e eu e o Jonas.O lugar é muito bonito,temos missa as 7pm e orações antes de comer ,pegamos como 3 ônibus para chegarmos ao trabalho.O bom do sistema de transporte daqui,é que como é metrolínea(ônibus limpos,organizados,com letreiros eletrônicos que dizem o nome de cada estação e que só podem ser pegos se você tiver o cartão do bus)você paga como $1,550 pesos e isso vale por mais ou menos 40 minutos,nesse meio tempo pode pegar quantos ônibus quiser.
Agora estamos trabalhando em Techo fraterno,é um local do lado da paroquia que cuida de velhinhos,segunda foi o primeiro dia,tinham voltado das férias,foi muito legal,nos receberam muito bem.Há cerca de 20 velhinhos,pagam como cerca de R$9,00 por mês e têm direito de frequentar o local,almoço e um lanche no final da tarde.Jogam,conhecem novas pessoas,dançam(E MUITO) e são tão amáveis,já me apaguei kkk .
È muito engraçado que os rapazes ficam competindo ppra dançar comigo,sempre criticando,dizendo que o outro não sabe dançar,acabo tendo que dançar com todos,para não ter ciúme.As vezes bate uma tristeza,principalmente por que há uns que foram abandonados pelos  filhos,vivem sozinhos e tem muitas enfermidades,outros mal aguentam levantar,parkson,alzeimer e tem um até que tem paralisia na boca,não fala e só com muita ajuda levanta,dá um dô,porque ele quer dançar e não consegue.
Há muito poucos voluntários,e nem é dizer que é preciso muita ajuda para lidar com eles,só querem atenção,alguém para conversar,para escutá-los.Comigo e Jonas são 6 voluntários,passmos a tarde com eles,vendo do que necesitam,ajudando com o almoço,fazendo atividades recreativas e dançando.Hoje fizemos um jogo da memória(feito a mão pela gente)foi tão legal,sentamos todos em uma grande roda,jogamos por cerca de 30 minutos até o almoço ficar pronto,bom,amanhã faremos um dia para conhecermos a história de cada um,vamos ver no que dá.
Besitos people

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Vivendo em Bucara.

Bom,demorei um tempinho para postar,porque minha vida aqui é no min,uma loucura.KKK
Então,para mim a pior coisa de ser trainee,é a questão da dependência,principalmente, a dependência que a língua te dá,mesmo que saiba ir a algum lugar ( de taxi,please) sempre
tem algum engraçadinho querendo cobrar mais caro por algo,irritante.Como aqui é uma cidade pequena,para os lugares que são perto,a tarifa do taxi é algo como 4000 pesos(+- R$3,60)fiquei mal acostumada,tanto que quando fui pegar um bus fiquei aterrorizada,não tem muito engarrafamento,mas os ônibus pela manhã são lotados,muito quentes e pequenos,não tem cobrador,o que dá um congestionamento na hora de entrar no bus.


                                                           



As pessoas aqui são muito gentis e carinhosas,todos são muito atenciosos comigo,como só tem semáforo nas ruas principais,não deixam nem eu atravessar a pista sozinha(um pouquinho de mimo não faz mal),as boates são tão baratinhas,com 30.000 pesos(+- R$25,oo)dá pra sair ,comer ,dançar e ainda voltar para casa de taxi( vou morar aqui pra sempre kk).A cidade é organizada,não tem muitas decorações e blá blá,mas é bonita,o mais legal é que dá pra caminhar a noite(com amigos claro) coisa de 3/4 da manhã,sem se preocupar com assaltos.


Los pinos ( vista lá de casa)

                                                      Jonas(Itajubá),Pollo(Bucara) y yo.


Algumas coisas interessantes:
- Aqui antes de almoçar,sempre vem uma sopa de verdura,como se fosse uma entrada.
- Eles comem TUDO com batata,cristo,batata todo dia.
- Comem lasanha com pão ( acredite,é gostoso)
- Ao contrário do que muitas pessoas pennsam,aqui,pelo menos em Bucara,quase nunca se escuta falar das Farcs,acho que só ouvi uma vez na televisão.
- São muito nacionalistas.
- Muito católicos,aqui existem outras religiões,mas o catolicismo domina,por isso que o espiríto natalino é muito forte,o natal é levado muito a sério,as casas são muito decoradas,todos se reunem com a família e a meia noite,abrem os presentes,é bonitinho.È comum no dia de natal ver os jovens indo para missa,comum mesmo,coisa que não se pode faltar,acho que fui uns três dias seguidos(não sei,não aguentava mais kkk),mas foi muito interessante,quase todos os bordões( não sei como chama aquilo) da igreja eram iguais,só o que mudava mesmo eram as músicas.

Bom,esse é o último post do ano,acho que hoje vamos a casa dos avós da minha host,comer peru e 12 uvinhas(faz um pedido para cada uva que comer).

Hasta luego people.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Primeiros dias: a saga.

Bom people,escolhi esse nome para o blog,porque aredito que tem algumas coisas que realmente só acontecem comigo,acho que vocês vão perceber isso com o resto do post.
Então,vamos lá.
Depois de horas de fila em Salvador e Guarulhos,finalmente cheguei na Colômbia,foram cerca de 10 horas juntando espera e voo,foi aqui que as coisas começaram a complicar.De Guarulhos para Bogotá foram 5 horas de voo,um ar condicionado brutal,fora que quando cheguei a Bogotá o clima estava de 8 graus e eu não estava bem agasalhada,resultado,a primeira coisa que me aconteceu na Colômbia foi ficar doente,quando desci do avião estava tremendo,com falta de ar,dedos dormentes e espirrando bastante,como se estivesse com gripe,quando você desce do avião vai para uma área para realizar o check in,depois têm que pegar um ônibus para o aeroporto,naquele frio tenso,foi no minimo,horrível.
O motorista do ônibus ainda estava dando carona para os outros trabalhadores do aeroporto,eu já estava desesperada por causa do frio,ainda tinha a angústia de perder o voo,porque a diferença entre um e outro eram de 50 minutos e o meu voo de GRU a BOG tinha atrasado,então eu não tinha muita noção de horário,xingaria aquele tio se eu soubesse " hola tio,tome en su *# "kkkk,enfim,quando cheguei ao aeroporto,foi quando fui olhar minha passagem para Bucaramanga,estava sem o portão de embarque,aí tome de procurar alguém para me dizer,achei uma moça que trabalhava na cia.aérea e ela deu uma olhadinha para mim,foi aí que aconteceu a segunda coisa marcante na Colômbia,ao pedir informação levei uma cantada "feliz" do rapaz da segurança,que lindo,mesmo longe faço a sensação do operariado.






Quando finalmente cheguei ao meu portão,tomei um susto com a segurança,colocaram um cachorro enorme para me cheirar,mega tenso,meu avião para Bucara também atrasou,fiquei desesperada,porque estava com muito frio,mal mesmo,com fome e sem dinheiro,desci louca para achar uma casa de câmbio,subi e comprei um cafezinho,sem açucar,porque eu não achei o botão que colocava =X
Cheguei em Bucara ás 9am,sendo que meuu avião tinha que chegar ás 7:10 am,pensei logo,só vai ter brusa me esperando,acabou sendo isso mesmo,mas não por esses motivos,teve um problema na estrada( o aeroporto não fica dentro da cidade)e o carro que estava indo me buscar quebrou,foi meio tenso quando procurei as pessoas e não achei ninguém,por sorte, tinha trocado o dinheiro,lá vai eu e o meu esopanhol fantástico procurar um telefone,não tinha orelhão no aeroporto,então tive que alugar um celular por 300 pesos o minuto,liguei para o Carlos Hine,meu Tn manager,nem demorou muito,acredito que cerca de uma hora(nesse período que comi meu material do global billage),o Jonas e o seu host Carlos ( outro carlos) foram me buscar,de lá visitamos a cidade de Giron,que fica no caminho de Bucaramanga,não sei explicar direito,parece que Bucara é como se fosse um centro,com outras cidades em volta,é muito perto,distância de um bairro para outro,quase não se nota a diferença entre Bucara e Floridablanca por exemplo.
Fui para casa do Carlos,passar o dia lá enquanto não ia para casa do meu host,o bairro era lindo,as casinhas também,criaças brincando no meio da rua,o natal lá é mais forte do que em Salvador, a decoração é muito pesada,músicas de Feliz navidad o tempo todo,a família do Carlos é muito legal e me convidaram para passar o navidad e o año nuevo lá,a comida é muito gostosa,tudo é com batata frita,*_*,ou seja,vou viver morar aqui. kkkkkk
Foi então que chegou a parte mais triste,cômica,tensa( escolha o que quiser) do dia,meu psicológico não estava preparado para isso,em seguida,"O banho".







Lá vai eu,feliz e saltitante tomar banho,após quase 19 horas sem ver água,era tudo que eu estava precisando,já começou que eu não sabia trancar a porta,você aperta apenas um botãozinho,não tem chave para trancar as portas internas da casa,só a principal( de saída/entrada)depois me deparo com duas torneiras,ah,uma quente e uma fria,pensei,abri uma,fria,abri a outra,gelada,é,como assim?Não tinha água quente e não era fria,parecia que tinha derretido o gelo do congelador e colocado no chuveiro( não havia chuveiro,só um troço por onde descia a água),batizei esse momento,carinhosamente de banho da "coragem",depois de vários pulinhos e dancinhas consegui lavar meu cabelo,tenso.
Fomos para uma festa,aniversário da Sandra,vice-presidente de finanças e por coincidência minha host,o aniversário foi em um karaoke,músicas e músicas de dor de cotovelo, kkkk,todos são muito legais e as mulheres são muito bonitas,depois conto os detalhes da festinha.
Cheguei em casa lá para umas 1 am,foi quando finalmente tirei o sono dos justos.